Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Ana Carina Sousa

Flauta

Ana Carina Sousa nasceu em 1983, no Porto. Aos 11 anos ingressou no Conservatório de Música do Porto, na classe de flauta transversal. Em 1995, foi admitida na Escola Profissional Artística do Vale do Ave – ARTAVE, onde continuou os estudos em flauta transversal com Américo Costa. No 7º e 8º ano começou a sua formação em orquestra, como 1ª flauta. Com 12 anos, apresentou-se a solo pela primeira vez, com uma peça para flautim solo e orquestra.

Em 1997 foi admitida na orquestra de sopros ARTAVE, onde permaneceu até 2001, sendo neste último ano chefe de naipe. Em 1998 frequentou o Estágio de orquestra de Sopros “Orquestra das Oficinas de Guimarães” como chefe de naipe. No ano seguinte foi admitida na orquestra sinfónica ARTAVE, tocando como 2ª flauta/flautim e mais tarde, como chefe de naipe. Participou no 1º e 2º estágio de orquestra da Associação Nacional do Ensino Profissional de Música e Arte – APROARTE, como 2º flauta solista.

Em 2001 foi seleccionada para participar na digressão na Orquestra APROARTE, como chefe de naipe, participando no “Festival Internacional das Jovens Orquestras Mundiais”, que ocorreu no auditório da Orquestra Sinfónica de Berlim, na Alemanha.

Trabalhou com os maestros Marc Schuster, Manuel Ivo Cruz, Ernest Schelle, Juan Trillo, Christoph Millet, Roberto Tibiriça, entre outros.

Frequentou cursos de aperfeiçoamento com Pedro Couto Soares, Eduardo Lucena, Vasco Gouveia, Vicent Prats, Avril Williams, Thies Roorda, Rien de Reede, Félix Rengli, William Bennet, Dennis Bouriakov, entre outros.

Foi bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian.

É membro fundador do trio musical “Pinceladas Autobiográficas”, sendo o repertório exclusivo de compositores portugueses do nosso século. Faz com frequência recitais a solo e em música de câmara por todo o país e em algumas cidades em Espanha com o seu duo de flauta e piano “Solistas Ibéricos”.

Participou no Concurso Internacional “Jeunesses Musicales” em Bucareste, onde teve uma masterclass com Barbara Gisler.

É frequentemente convidada para tocar flautim a solo nas bandas filarmónicas civis.

Ganhou o 3º lugar num concurso de instrumentistas nas Caldas da Rainha, em 2004.

É professora de flauta na Academia de Música de Benavente.

Trabalha como freelancer, maioritariamente como piccolo, em algumas orquestras portuguesas, tais como “Orquestra Solistas de Lisboa”, “A2M”, entre outras. Recentemente foi seleccionada a participar como performer na “Internacional Summer School of William Bennet”, em Londres.

É licenciada em Música pela Escola Superior de Música de Lisboa.

Foi a primeira portuguesa a ser aceite em programa “Erasmus”, pelo Real Conservatório de Haia (Holanda), onde estudou com os grandes pedagogos Rien de Reede e Thies Roorda. Recentemente foi convidada a concorrer à “Concertgebow Orkest”, na Holanda.

Actualmente é chefe de naipe da Orquestra da Companhia de Ópera Portuguesa: L’orchestra.

28 Fevereiro 2008