Alexandra Torrens

Piano

FORMAÇÃO

Natural de Lisboa, Portugal, e de origem luso-espanhola, Alexandra Torrens é diplomada com o Curso Superior de Piano pelo Conservatório de Música do Porto em Portugal. Frequentou também os cursos de piano do Conservatório de Música de Lisboa, da Universidade de Lawrence Kansas nos Estados Unidos e do Conservatório de Música de Viena na Áustria.

Teve o primeiro contato com o piano com um ano meio de idade e iniciou os estudos do piano aos seis anos sob a orientação da professora Carlota Fonseca e posteriormente do professor Campos Coelho, ambos discípulos de Vianna da Motta.

A sua formação pianística consolidou-se através do contato estreito e dos estudos com os pianistas Tania Achot (Irã/Portugal), Sequeira Costa (Portugal/E.U.A.), Dmitry Paperno (Ucrânia/E.U.A.), Leonid Brumberg (Rússia/Áustria), Karl Ulrich Schnabel (Alemanha/E.U.A.) e Achille Picchi (Brasil).

CARREIRA

Galardoada no Concurso da Juventude Musical Portuguesa em 1987, Alexandra Torrens conta com mais de 30 anos de carreira como pianista solista e camerista (com especial ênfase na canção de câmara), tendo-se apresentado em inúmeras salas de Portugal, nomeadamente Fundação Calouste Gulbenkian, Culturgest, Centro Cultural de Belém e Expo 98 de Lisboa.

Por considerar a música uma parte interativa de um todo que é o universo das artes, Alexandra Torrens colabora frequentemente em projetos que integram e interagem com outras formas de expressão artística como o Teatro, a Dança, a Literatura e as Artes Plásticas. Uma das suas principais preocupações enquanto intérprete é a concepção de um recital como um todo e nunca como uma desarticulada amostra de repertório: a construção de um programa de recital deve partir sobretudo do caráter e dos ambientes sugeridos pelas peças, pois é neles que reside a identidade de um recital.

A sua experiência acumulada ao longo de mais de 25 anos como concertista e professora de piano, aliada ao gosto da partilha das suas próprias experiências e da condução dos alunos na busca da sua realização, fazem desta pianista uma pedagoga de qualidade excepcional.

Em 2008 escolheu o Brasil para dar continuidade à sua carreira pianística, estabelecendo residência em Balneário Camboriú. Sua estreia realizou-se nesse mesmo ano com o recital a solo «Narrativas e Danças» no Teatro Municipal de Itajaí, tendo desde então participado em diversos concertos em Santa Catarina.

Das atividades desenvolvidas nos últimos anos, especial destaque para a participação no Festival de Música de Santa Catarina (FEMUSC) desde 2015, os projetos “Sarau de Piano” e “Piano para Todos” pela lei municipal de incentivo à cultura de Balneário Camboriú, a vinda ao Brasil das cantoras líricas portuguesas Ana Ester Neves e Lúcia Lemos, e o projeto CAT – Casa Alexandra Torrens.Alexandra Torrens é também membro do juri do concurso ENKOR (International Academy of Performing Arts and Sciences) desde 2015.

Alexandra Torrens faleceu no Brasil em 2018.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook