Alexandra Moura

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Alexandra Moura

Soprano

Alexandra Moura iniciou os estudos de piano e canto no Conservatório Calouste Gulbenkian de Braga.

Diplomou-se em Canto na Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo do Porto, com classificação máxima na classe de José de Oliveira Lopes.

Participou em vários cursos de Técnica e Interpretacão Vocal com Lamara Chkónia, Stefan Hasselhof, Jill Feldman, Yvonne Minton, Jeff Cohen, Peter Harrison, entre outros.

Apresenta-se regularmente em recitais de canto e música de câmara. Recebou o prémio de Melhor Interpretação de Música do Séc. XX no Concurso Internacional de Canto Tomaz Alcaide – 2000. Durante os anos de 2000 a 2004 fez parte do Estúdio de Ópera do Porto. A sua actividade concertista tem-se demonstrado variada interpretando obras como “Haddock’s Eyes” de David del Tredici, “Cinque Frammenti di Saffo”, “Sex Carmina Alcae” e “Due Liriche di Anacreonte” de L. Dallapicola, “Midsummer Night’s Dream” de F. Mendelssohn, “Stabat Mater” de Haydn, “Mattutino de Morti” de David Perez, “Te Deum” de Francisco António de Almeida, “Missa em Sol M” de Carlos Seixas e “Pulcinella” de Stravinsky.

Em ópera foi Raposinha (“A Raposinha Matreira” de Janácek ), 1ª Dama (“Flauta Mágica” de W. A. Mozart), Hänsel (“Hänsel und Gretel” de E. Humperdinck); Flora (“The Turn of the Screw” de B. Britten), Mathurine (“L’Ivrogne Corrige”, de Gluck), Juliet (“The Little Sweep” de B. Britten), Criside (“Satyricon de B. Maderna), Bettina (“L’Amore Industrioso” de J. Sousa Carvalho) e Josabet (“Joaz” de B. Marcello).

Foi dirigida por maestros como Martin André, Cesário Costa, Brad Cohen, Peter Bergamin, Yoichi Sugiama, Pierre-André Valade, João Paulo Janeiro, David Chernaik, Aldo Brizzi, Richard Gwilt, Nicola Giusti, Douglas Boyd, entre outros.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook