Contactos

Clique no botão, se quiser apresentar os seus contactos no site Meloteca.

Alexandra Mascolo-David

Piano

“Uma pianista esplêndida – refinada, minuciosa e expressiva – e o seu toque é criterioso e rico em detalhes de interpretação”. (Washington Post)

A pianista portuguesa Alexandra Mascolo-David tem atuado com regularidade em temporadas de concertos na Europa, na Ásia, na América Latina e na América do Norte, incluindo um recital no Carnegie Hall em 2004, o qual recebeu uma crítica magnífica na revista New York Concert Review.

Há já duas décadas que Mascolo-David tem vindo a enriquecer o seu repertório com a música de compositores portugueses, contemporâneos, e do compositor brasileiro Francisco Mignone. Aliás, tem-se distinguido na promoção e execução da música para piano de Mignone, com especial destaque para as “24 Valsas brasileiras” que têm sido muito aplaudidas. Um disco compacto (CD) do primeiro volume das “Valsas brasileiras” contendo as primeiras doze peças foi lançado em 2001. O jornal Atlanta Journal-Constitution elogiou esta edição, dizendo: “O primeiro disco CD da jovem pianista portuguesa Alexandra Mascolo-David é verdadeiramente precioso… Toca-as [as valsas] num estilo poético a parecer improvisado, com pleno domínio da veia afável do compositor… um disco notável…” O segundo volume das “Valsas brasileiras” contendo as últimas doze obras foi lançado em 2007 completando assim a única versão integral das “24 Valsas brasileiras” gravada até à data fora do Brasil. Da sua interpretação dessas obras, a viúva do compositor salientou: “Foi com muita emoção que ouvi a pianista Alexandra Mascolo-David interpretar as “Valsas brasileiras” de meu marido Francisco Mignone. Alexandra interpreta Mignone com grande sensibilidade, bom gosto, e conhecimento profundo da obra do compositor. Sem dúvida, a sua contribuição musical é de grande beleza, com sonoridade bonita e total afinidade com o clima romântico das Valsas de Mignone”. Ainda em 2007, Mascolo-David vence um concurso aberto aos professores de todos os departamentos da Central Michigan University, recebendo assim um prémio para gravar as quatro “Fantasias brasileiras” de Francisco Mignone para piano e orquestra com a Orquestra Sinfónica de Kalamazoo (Michigan), sob a direcção do maestro Raymond Harvey, para o White Pine Music Recording Label (lançado em 2010). Esta é a única gravação completa destas 4 obras até à data.

Mascolo-David tem-se também dedicado à divulgação de obras de compositores contemporâneos, alguns dos quais lhe têm dedicado obras. Em Fevereiro de 2017, realizou a estreia mundial do “Concerto No. 3 para piano e orquestra de sopros e percussão” de David Maslanka. A pianista tinha já sido a solista convidada para a gravação em CD do “Concerto No. 1” desse conceituado compositor americano. O disco foi lançado em 2005 pela Albany Records. Sobre a sua atuação nesse CD, a revista American Record Guide comentou: “Alexandra Mascolo-David conseguiu transmitir a difícil parte do solista com uma facilidade alarmante”. Alexandra gravou também um CD de música latino-americana para piano e violoncelo com o violoncelista de catorze anos Gabriel Cabezas, vencedor do “9º Concurso Internacional Sphinx”, para o White Pine Music Recording Label. Em Março de 2016, lançado também por esta editora, gravou o seu mais recente disco, “Time Out of Mind”, com comissões dos compositores americanos David Gillingham, Jay Batzner, Daniel McCarthy, e do peruano José-Luis Maúrtua.

Colaborações com outros artistas têm incluído concertos com o Trio Orpheus da Central Michigan University, eventos promovidos pelo famoso Irving S. Gilmore International Keyboard Festival, pelo Fontana Chamber Arts Festival (Michigan), pela Master Players Chamber Series (Delaware), e em recitais com a mezzo-soprano Sarah Stone, com a qual formou o Yara Ensemble, com o intuito de divulgar a música da península Ibérica e da América Latina. Yara Ensemble tem-se apresentado por todos os Estados Unidos, quer em concertos, quer em master classes e workshops.

Alexandra Mascolo-David foi membro do corpo docente da Escola de Música da Iowa State University e do Interlochen Arts Camp, nos Estados Unidos, mas presentemente ensina piano na Central Michigan University em Mount Pleasant, Michigan. É detentora de numerosos prémios e galardões, incluindo, em Portugal, o Primeiro Prémio do “III Concurso Nacional de Piano de Braga” e os prémios Helena Moreira de Sá e Costa e Engenheiro António de Almeida. Nos EUA, em 1992, é uma das cinco galardoadas com o Outstanding Teaching Assistant Award instituído pela Universidade do Kansas. Este prémio, atribuído anualmente, selecciona os cinco melhores assistentes do ano de entre todos os departamentos das faculdades que compõem aquela instituição. Em 1993, é-lhe atribuído, pela mesma Universidade, o International Award for Excellence in Education. Já na Central Michigan University recebe o Provost’s Award for Outstanding Research and Creative Activity (2001) e o President’s Award for Outstanding Research and Creative Activity (2007). É também membro do Conselho da “Fondation Franz Liszt” (França).