bailarina e coreógrafa Águeda Sena

Águeda Sena

Bailado . Coreografia

Maria do Céu Águeda Camacho de Sena Faria (Águeda Sena) nasceu em 16 de junho de 1927, em Lisboa, e morreu no dia 15 de dezembro de 2019, no Hospital de Cascais, “vítima de doença oncológica prolongada”.

Numa entrevista à Lusa, em 2006, a bailarina, coreógrafa, atriz e professora Águeda Sena contou que sempre se interessou não só pela dança e pelo teatro, mas pelas artes em geral, um gosto incutido pela mãe boliviana, Celsa Camacho Quiroga, e pelo pai, o pedagogo, escritor e professor catedrático António Faria de Vasconcelos.

O primeiro contacto com a dança deu-se aos quatro anos, através da ginástica rítmica, com a professora grega radicada em Portugal Sosso Dukas Schau, e foi com ela que pisou um palco pela primeira vez, o do Teatro Nacional D. Maria II, aos cinco anos, com um solo sobre música de Mozart.

Em 1939, Águeda Sena começou a estudar dança clássica com a pioneira do ensino da dança em Portugal, a professora Margarida de Abreu, tendo, mais tarde, passado a fazer parte do seu Círculo de Iniciação Coreográfica (CIC).

Participou como intérprete em diversos espetáculos da escola e do corpo de baile do CIC e em óperas, no Teatro Nacional de São Carlos e no Coliseu dos Recreios, e, em 1948, terminou o curso de dança do Conservatório Nacional.

Águeda Sena fez várias viagens a Paris na qualidade de bolseira do Instituto da Alta Cultura(entre 1948 e 1953), tendo estudado dança clássica e foi aqui que teve contacto com a dança moderna pela primeira vez com Leonard Lenwood.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook