Afonso Fesch violinista

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Afonso Fesch

Violino

Nascido no Porto em 1988, Afonso Fesch vive actualmente em Berlim e é regularmente ouvido tanto como solista como músico de câmara.

Em Portugal iniciou os estudos musicais na classe de violino de João Paz na Escola de Música Pedro Fesch. Posteriormente começou a estudar com Yossif Grinman, com quem estudou durante 11 anos.

Entre 2007 e 2010 estudou com Zofia Wóycicka na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo no Porto, tendo terminado a Licenciatura com classificação máxima.

Estudou com Ivry Gitlis em Paris através da ajuda da Fundação Calouste Gulbenkian (2008 a 2010).

Terminou o Curso de Mestrado em Performance Musical na Hochschule für Musik Basel em 2012 na classe de Raphaël Oleg (1º prémio no Concurso Tchaikovski em Moscovo, 1986) com distinção máxima, financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian.

Actualmente mantém relação pedagógica com Dora Schwarzberg em Viena.

Teve ainda aulas com Pavel Vernikov em Fiesole, Itália e Gerardo Ribeiro em Nova Iorque, na Meadowmount School of Music.

Como professores de música de câmara estudou com Riszard Wóycicki na ESMAE e, posteriormente, com François Benda, Anton Kernjak e Rainer Schmidt (Quarteto Hagen) na Hochschule für Musik Basel.

Em 2005 participou no 5º Concurso Internacional para Instrumentos d’Arco Júlio Cardona, sendo-lhe atribuído o 1º prémio ex-aequo e o prémio para melhor interpretação da peça obrigatória. Obteve o 1º prémio na 2ª edição do Concurso de Instrumentos de Arco do Alto Minho e venceu o Concurso Helena Sá e Costa em 2008. No ano seguinte venceu o 2º Concurso de Música de Câmara da ESMAE.

Actuou como solista ou músico de câmara em festivais tais como: Stift Festival em Oldenzaal, Holanda; Harmos Festival na Casa da Música no Porto; PODIUM Festival em Esslingen, Alemanha; Norwegian Youth Chamber Music Festival em Stavanger, Noruega; entre outros.

A convite do maestro e director artístico Yoel Gamzou em 2008, torna-se membro efectivo da International Mahler Orchestra, sediada na Philharmonie em Berlim. Desde 2009, ocupa o cargo de 1º concertino da orquestra.

Afonso Fesch já tocou com maestros como Krzysztof Penderecki, Alan Buribayev, Heinz Holliger, Jonathan Nott e Yoel Gamzou.

Apresentou-se a solo com orquestras como Orquestra Sinfonieta ESMAE, Norwegian Youth Chamber Music Festival Orchestra, PODIUM Festival Orchestra, Neue Philharmonie München, Basel Sinfonieorchester, Staatsorchester Kassel, Hamburger Symphoniker e International Mahler Orchestra.

Tocou com artistas como Emanuel Graf, Elisha Abas, Emmanuel Pahud, Guy Braunstein, François Benda, Silvia Simonescu, Delphine Lizé, Ivry Gitlis, entre outros.

Actuou em salas como Philharmonie Berlin, Konzerthaus Wien, Philharmonie Köln, Laeiszhalle Hamburg, Herkulessaal München, Stuttgart Liederhalle, Aachener Dom, Rathaus Hamburg,Casa da Música Porto, PODIUM Festival Esslingen, Leipzig Centraltheater, Basel Stadtcasino, KKL Luzern, entre outras.

Gravou, recentemente, a obra Mysteriendramen (quinteto de cordas, voz branca, flauta e percussão) de Elmar Lampson para a editora col legno.

Deu concertos a solo na Ucrânia, Portugal e Alemanha com os concertos para violino de Brahms, Bruch, Sibelius, Korngold e com Orquestras como Khmelnitzkiy Symphony Orchestra, Orquestra Metropolitana de Lisboa, Staatsorchester Kassel e International Mahler Orchestra, entre outras.