Abel Moura, acordeonista, de Lisboa

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Abel Moura

Acordeão

Acordeonista e professor, Abel Moura nasceu em Lisboa a 26 de julho de 1953. Iniciou os estudos musicais e a técnica de acordeão aos cinco anos com Vitorino Matono. Aos sete anos foi admitido no Conservatório de Música de Lisboa, pelo maestro Ivo Cruz. Ali estudou Solfejo, Violino, Piano, Oboé, Educação Musical, Acústica, História da Música e Composição, tendo como professores Elisa Lamas, Lídia de Carvalho, Lúcio Mendes, Ilda Perry Vidal, Santos Pinto e Cronner de Vasconcelos.

Em Pedagogia Musical trabalhou com Jos Wuytack, Pierre Van Hawe, Bruno Bastin, e em acordeão com Vitorino Matono, Peter Soave, V. Semyonov, Friederich Lips e W. Zubitzky.
Concluiu o Curso de Acordeão no Conservatório de Música de Lisboa.

Aos dezoito anos, obteve a carteira profissional de instrumentista e iniciou uma série de deslocações oficiais em representação do País.
Recebeu do Instituto Musical Matono o Diploma de Honra e de Professor de Acordeão. Ganhou a Medalha de Mérito Cultural – 10 de Junho de 1995. Participou em vários projetos musicais, com artistas portugueses e estrangeiros entre os quais Pedro Barroso, Carlos do Carmo, Isabel Silvestre, Wladimir Zubitzky e Pavarotti.

Formou e dirigiu o Coro do Complexo Escolar e da Direcção de Serviços de Educação de Macau, o Grupo de Folclore dos Jovens Rebeldes de Chelas, o Grupo de Danças e Cantares do Clube de Macau, a Orquestra Lusitana e a Orquestra de Acordeãos de Viseu. Entre os livros editados constam “Educação Musical… da Prática”; “De Alcafache a Macau”; “Ditados – Software para Educação Auditiva”; “Cancioneiro de Música Tradicional Portuguesa”. Cadernos de trabalho “Projecto Didáctico de Divulgação da Cultura Popular Portuguesa – 1.ª, 2.ª e 3.ª fases”.

Lecionou a disciplina de Acordeão no Conservatório de Música de Viseu e na Universidade de Aveiro e de Educação Musical na EB2,3 Ana de Castro Osório de Mangualde.

[ Músicos naturais de Lisboa ]

Mais músicos de Lisboa AQUI.

Publicado na Meloteca a 11 de fevereiro de 2021.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook