Órgão histórico da Sé de Santarém

Lista de órgãos de tubos do distrito de Santarém [ 38 ]

CONCELHOS

Abrantes [4]
  • Igreja da Misericórdia
  • Igreja de São João Baptista
  • Igreja de São Vicente
  • > lado do Evangelho: órgão histórico António Xavier Machado e Cerveira, opus 25, 1790.
  • > coro alto
Alcanena [0]

.

Almeirim [1]
  • Igreja de Almeirim [ Matriz ] [ Paroquial ] [ São João Baptista ]
Alpiarça [0]

.

Benavente [0]

.

Cartaxo [3]
  • Igreja do Cartaxo [ Matriz ] [ Paroquial ] [ São João Baptista ]
  • Igreja de Pontével [ Matriz ] [ Paroquial ] [ Nossa Senhora da Purificação ]
  • Igreja de Valada [ Matriz ] [ Paroquial ] [ Nossa Senhora da Expectação ]
Chamusca [0]

.

Constância [1]
  • Igreja de Constância [ Matriz ] [ Paroquial ] [ Nossa Senhora dos Mártires ]: órgão histórico António Xavier Machado e Cerveira, opus 101, 1827.
Coruche [1]
  • Igreja da Misericórdia de Coruche: órgão António Xavier Machado e Cerveira, opus s./n.º, 1803.
Entroncamento [0]

.

Ferreira do Zêzere [1]
  • Santuário de Nossa Senhora do Pranto de Dornes [ Igreja Paroquial de Dornes ] [ do Convento de Nossa Senhora da Esperança ]: órgão [ I ; (9+9) ] construído por José António de Sousa, c. 1765?, restaurado pela Oficina e Escola de Organaria, em 2001, opus 36.
Golegã [0]

.

Mação [1]
  • Igreja de Mação [ Matriz ] [ Paroquial ] [ Nossa Senhora da Conceição ]
Ourém [10]
  • Conservatório de Ourém e Fátima
  • > Órgão positivo de estudo construído por Dinarte Machado em 2013.
  • > Órgão positivo de estudo construído por Dinarte Machado em 2013.
  • Santuário de Fátima [ de Nossa Senhora do Rosário ]
  • > Basílica
  • > > coro-alto: Ruffatti, 1952, cinco manuis e pedaleira, com acoplamentos [ substituído ]
  • Basílica
  • > > [ Transepto: Gehrard Grenzing 2003, mudado ]
  • > Capela das Aparições: órgão Gehrard Grenzing, 2001, de dois teclados manuais e pedaleira com acoplamentos
  • > Localização?, órgão de estudo Gehrard Grenzing, de dois teclados manuais e pedaleira acoplada.
  • > Casa de Nossa Senhora das Dores
  • > Sala do coro da colunata
  • Igreja do Seminário do Verbo Divino
  • Igreja Matriz de Fátima [ Paroquial ] [ Nossa Senhora dos Prazeres ]
Rio Maior [0]

.

Salvaterra de Magos [2]
  • Paço Real, Capela do [ antigo ] Paço Real
  • Igreja de Salvaterra de Magos [ Matriz ] [ Paroquial ] [ de São Paulo Apóstolo ]: órgão de armário [ I ; (6+6) ] construído por António Xavier Machado e Cerveira, opus 97, em 1825, restaurado pela Oficina e Escola de Organaria em 2000, opus 31.
Santarém [8]
  • Igreja da Misericórdia: órgão António Xavier Machado e Cerveira, opus 87, 1818.
  • Igreja de Nossa Senhora da Piedade
  • [ Igreja de Nossa Senhora do Monte, mudado ]
  • Igreja de Santa Maria da Alcáçova: órgão António Xavier Machado e Cerveira, opus s/n.º, s./d.
  • Igreja do Hospital / Igreja de Jesus Cristo
  • Igreja de Marvila [ Matriz ] [ Paroquial ] [ Santa Maria ]: órgão António Xavier Machado e Cerveira, opus 84, 1817.
  • [ Igreja de Santa Iria da Ribeira de Santarém, sem uso: o órgão foi vandalizado e roubadas peças ]
  • Igreja de São Nicolau [ Matriz ] [ Paroquial ]: órgão António Xavier Machado e Cerveira, opus 85, 1818.
  • Sé, coro alto [ Igreja do Seminário ]
  • > Sé, nave (positivo)
Sé de Santarém

Sé de Santarém

Sardoal [1]
  • Igreja do Sardoal [ Matriz ] [ Paroquial ] [ São Tiago e São Mateus ]
Tomar [3]
  • Convento de Cristo
    > Charola, tubo de órgão
  • Igreja da Misericórdia [ Nossa Senhora da Graça ]
  • Igreja Matriz de Tomar [ Paroquial ] [ São João Baptista ]
Torres Novas [1 ]
  • Igreja de Santiago [ Matriz ] [ Paroquial ] [ Igreja do Salvador ]
Vila Nova da Barquinha [1]
  • Igreja da Praia do Ribatejo [ Matriz ] [ Paroquial ] [ de Nossa Senhora da Conceição ]

Fontes gerais da Organoteca:

Oficina e Escola de Organaria, Dinarte Machado, José Alberto Rodrigues, Victor Oliveira, Francisco Falcão, António Simões, Órgãos de Portugal, Nuno Rigaud, Luís Santos, António José Ferreira, Nuno Mimoso, Amílcar Silva, José Carlos Arantes, António Fonseca

0 comentários

Deixe um comentário

Quer participar?
Deixe a sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *