Ngulula, Moçambique

Ngulula é um instrumento com uma característica especial, isto é, o som é produzido não pelo batimento na membrana, mas pelo friccionamento de um caniço. É formado por um tambor ou caixa de madeira redonda, tapado nas extremidades com pele de animal, normalmente de bovino, e cujas pontas estão ligadas ou cosidas entre si por um fio, feito da mesma pele, de modo a manter as membranas bem esticadas. Num dos lados tem uma abertura que serve para o tocador meter as mãos, de modo a friccionar o caniço, que se encontra no interior. Este caniço está preso à outra membrana por um pauzinho que fica do lado de fora. Pode possuir ainda uma tira de borracha, que une a extremidade à membrana oposta. O som produzido é bastante forte, servindo o tambor como caixa de
ressonância. Este instrumento, embora não seja muito utilizado hoje em dia, é característico da Província de Maputo, fazendo parte dos instrumentos que acompanham a dança do Xigubo. É também conhecido pelos nomes de kumbula ou chizinguiri.

Fonte: Catálogo dos Instrumentos Musicais de Moçambique, República Popular de Moçambique, Ministério da Educação e Cultura 1980.

0 comentários

Deixe um comentário

Quer participar?
Deixe a sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *