Júlio Pereira a tocar

LÁ VAI ELE A TOCAR

[ Cavaquinho ]

Lá vai ele
a tocar pelo caminho,
muito alegre e divertido,
o cavaquinho.

Quatro cordas
muito finas
a tocar pelas praças,
nas esquinas
e também nas romarias,
nas feiras
e folias.

Quatro cordas pequeninas
fazem a dança,
a festança
do Algarve até ao Minho.
Aí vem ele, o cavaquinho

José Jorge Letria

Nascido em Cascais, em 1951, José Jorge Letria é ficcionista, jornalista, poeta e dramaturgo. Tem livros traduzidos em mais de uma dezena de idiomas. Foi premiado em Portugal e no estrangeiro, com destaque para dois Grandes Prémios da APE, o Prémio Aula de Poesia de Barcelona, o Prémio Internacional UNESCO, o Prémio Eça de Queiroz – Município de Lisboa e o Prémio da Associação Paulista de Críticos de Arte. O essencial da sua obra poética encontra-se condensado nos dois volumes da antologia O Fantasma da Obra.

Ao lado de nomes como José Afonso e Adriano Correia de Oliveira, foi um dos mais destacados cantores políticos portugueses, tendo sido agraciado, em 1997, com a Ordem da Liberdade.

É mestre em Estudos da Paz e da Guerra nas Novas Relações Internacionais pela UAL e pós-graduado em Jornalismo Internacional. Doutorou-se com distinção em Ciências da Comunicação no ISCTE, em Setembro de 2017.

É presidente da Sociedade Portuguesa de Autores e do Comité Europeu de Sociedades de Autores da CISAC.

É coautor, com José Fanha, de várias antologias de poesia portuguesa.

SUGESTÕES PEDAGÓGICAS

O professor escreve o poema no quadro ou mostra-o no quadro interativo e resume a biografia do autor. Mostra uma imagem e eventualmente um vídeo que apresente as características do cavaquinho.

Depois declama expressivamente o poema. Pede um ou mais voluntários para recitar e no final a turma nomeia uma criança para o prémio “Declamador”.

Júlio Pereira a tocar

Júlio Pereira a tocar cavaquinho

0 comentários

Deixe um comentário

Quer participar?
Deixe a sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *