Águeda

Passar de Mão

Depois de uma recolha na Serra do Baixo Caramulo levada a cabo por um grupo de aguedenses, liderado por Américo Fernandes, efectuou-se um agradável convívio durante o qual o repentista José Carlos, da aldeia de Falgaroso, da paróquia de Belazaima do Chão, porém da freguesia de Castanheira do Vouga, acompanhado pelo fundo de um regador de onde os seus dedos grossos retiraram um delicado batuque fadista, cantou os seguintes versos:

Eu fui p’ra aqui convidado
P’ra cantar modas antigas,
Mas em troca das cantigas
Fui muito bem tratado:
Enfardei leitão assado;
Buer, também buí bem.
Já dizia a minha mãe:
«Filho, ocupa o teu lugar!
Se houver tolos a pagar,
Não gastes nem um vintém!»

É teoria acertada,
Aproveito a ocasião;
Se me chamarem lambão
Até nem me importo nada.
À troca da desgarrada
Já comi um bom jantar;
Mas não posso cá voltar,
Pois é essa a minha pena:
À conta da minha cena
Ninguém me volta a convidar.

Mas, como eu, estão cá tantos,
Não vieram fazer nada:
Encheram foi a malvada,
Beberam tintos e brancos;
Fora de casa são francos,
Comem até rebentar,
Engolem sem mastigar…
Ah, que grande sofreguidão!
Se lhes dá uma congestão,
Ninguém os pode salvar.

E estes senhores da Bairrada
Vieram muito enganados:
Pagam a conta, coitados,
E não aprenderam nada;
Levam música gravada
Que não dá p’ra aproveitar,
Só se for p’ra recordar
O malogro deste dia,
É p’ra perderem a mania
De quererem coleccionar.

Letra: Tradicional (Falgarosa, Castanheira do Vouga, Águeda, Beira Litoral)
Informante: José Carlos
Recolha: Américo Fernandes (in “Cancioneiro do Concelho de Águeda”, Org. Amílcar da Fonseca Morais, Câmara Municipal de Águeda, 2011 – p. 60-61)
Música: Tradicional (Beira Litoral)
Arranjo: Luís Fernandes
Intérprete: Toques do Caramulo (in CD “Mexe!”, d’Eurídice/d’Orfeu Associação Cultural, 2016)

Águeda
Águeda
0 comentários

Deixe um comentário

Quer participar?
Deixe a sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *