Galo

COMO CANTA O GALO VELHO

[ animais da quinta, aves, masculino ]

Como canta o galo velho,
assim cantará o novo.

Como grasna o pato velho,
assim grasnará o novo.

Como grulha o peru velho,
assim grulhará o novo.

Como fala o homem velho,
o novo falará ou não.

[ animais da quinta, mamíferos ]

Como zurra o burro velho,
assim zurrará o novo.

Como ronca o porco velho,
assim roncará o novo.

Como rincha o cavalo velho,
assim rinchará o novo.

Como diz o homem velho,
o novo dirá ou ou não.

[ feminino ]

Como ri a hiena velha,
assim rirá a nova.

Como muge a vaca velha,
assim gemerá a nova.

Como silva a cobra velha,
assim silvará a nova.

Como canta o homem velho,
novo cantará ou não.

[ insetos ]

Como zune a abelha velha,
assim zunirá a nova.

Como zoa a mosca velha,
assim zoará a nova.

Como crila o grilo velho,
assim crilará o novo.

Como faz o homem velho,
o novo fará ou não.

[ formas de locomoção ]

Como voa o cuco velho,
assim voará o novo.

Como anda o burro velho,
assim andará o novo.

Como nada o peixe velho,
assim nadará o novo.

Já o homem, anda, nada
e, p’lo ar, vai de avião.

(António José Ferreira)

OBSERVAÇÕES

Para a geração seguinte não passa tudo o que vem da anterior, pode haver avanços, pode haver retrocessos e haverá, sem dúvida, diferentes formas de abordar a música, a Língua, o movimento e a comunicação. Este texto foi criado com base num provérbio mas derivou para uma lengalenga. Presta-se a vários tipos de abordagem, articulando a brincadeira com a Língua Portuguesa, o Estudo do Meio, a Poesia e a Filosofia.

NOTA

O estudo e recolha de provérbios tem um nome, é “paremiologia”. Há uma Associação Internacional de Paremiologia.

Galo

Galo

0 comentários

Deixe um comentário

Quer participar?
Deixe a sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *