Baile

Acertando o passo

[ Bulia o Baile ]

Acertando o passo ou nem tanto
escorregavam do lamento ao canto;
Sorrindo ao pisar e às estrelas
as promessas ateavam alvas velas.

Ardentias do amor anunciadas
vindouras dores eram semeadas;
No céu, o néon, luzem pregões,
desditas eram. Pintavam corações.

Bulia o baile,
buliam as raparigas
se levadas nas cantigas
e repetidos o par.

Bulia o baile,
buliam as raparigas
se levadas nas cantigas
e repetidos o par.

Eram olhares repetidos,
eram perfumes sentidos
misturados com o arfar.

Veredas de barro e de fel,
aço entrançado, favos de mel,
desejos jurados sem hesitar,
barca dos sonhos a navegar.

As canções meladas ao ouvido
eram cruzadas, no seu sentido;
e os passos que davam a saber
era o amor louco a acontecer.

Bulia o baile,
buliam as raparigas
se levadas nas cantigas
e repetidos o par.

Bulia o baile,
buliam as raparigas
se levadas nas cantigas
e repetidos o par.

Eram olhares repetidos,
eram perfumes sentidos
misturados com o arfar.

Letra e música: Lindolfo Paiva
Intérprete: Dialecto* (in CD “Aromas”, Dialecto/Cloudnoise, 2011)

Sorvem-me o sangue

[ Trocaram-me a Dança! ]

Sorvem-me o sangue,
Deixam-me exangue,
Ceifam-me a vida na terra prometida.

Tolhem-me a esperança,
Trocam-me a dança,
Solta-se o grito na raiva incontida.

Sorvem-me o sangue,
Deixam-me exangue,
Ceifam-me a vida na terra prometida.

Tolhem-me a esperança,
Trocam-me a dança,
Solta-se o grito na raiva incontida.

Na dança da vida com o passo trocado,
Na dança das fitas estou no filme errado;
Destroços de sonhos errantes na serra
Espezinham-me a flor…, tenho a Primavera.

Cercam-me o tempo,
Varrem-me o alento,
Ferem-me o voo, a paixão e o sustento.

Lanço a semente,
Rasgo o silêncio,
Cerro a decência, declino ser inocente.

Na dança da vida com o passo trocado,
Na dança das fitas estou no filme errado;
Destroços de sonhos errantes na serra
Espezinham-me a flor…, tenho a Primavera.

Cercam-me o tempo,
Varrem-me o alento,
Ferem-me o voo, a paixão e o sustento.

Letra e música: Álvaro M. B. Amaro
Intérprete: Dialecto* (in CD “Aromas”, Dialecto/Cloudnoise, 2011)

0 comentários

Deixe um comentário

Quer participar?
Deixe a sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *