Não queiras memorizar as adivinhas todas de uma vez. Memoriza uma e pergunta a alguém da tua família. Podes lê-las todas em forma jogo com o irmão, a irmã, os pais ou avós. Noutra altura, vão inverter-se os papeis e serás tu a dizer a solução. Além de serem bonitas, várias imagens são muito divertidas, dos Comedy Wildlife Photography Awards (Prémios de Fotografia da Vida Selvagem “Comédia”).

Urso polar:

Pelo branco abundante
tem esse animal polar.
Tenho um que é de peluche
e que posso abraçar.

Urso polar, Barry Chapman, Comedy Wildlife Photography Awards 2019

Coruja:

Quem não a conhece bem
até julga que é vadia
só porque ela sai à noite
e em casa está de dia.

Coruja buraqueira, créditos Robert Palmer, Comedy Wildlife Photography Awards 2019

Hipopótamo:

Se lhe perguntares o nome
ele gagueja um pouquinho.
É cavalo, mas do rio,
corre mais devagarinho.

Bicharada
Hipopótamo

Ouriço-cacheiro:

Tem espinhos entre os pelos
para sua proteção
quando se vê atacado
p’lo texugo ou pelo cão.

Ouriço-cacheiro

Fica igual a uma bola
quando é ameaçado.
Não tentes brincar com ele
com seu pelo eriçado.

Lobo:

Sou da espécie “Canis lupus”,
tomo leite ao nascer.
Peixe e sopa não me agrada,
carne gosto de comer.

Loba com filhotes

Javali:

Tanto come uma bolota
como come um ratinho
e encontra alimentos
remexendo c’o focinho.

Javali

Melro

Tem as penas muito pretas
e o bico amarelo.
Come frutos e minhocas
e o seu canto é muito belo.

Melro preto
Melro preto

Coelho:

Quem se move entre as ervas
comendo com atenção
para não ser apanhado
pelas garras de um falcão?

Coelho, créditos Olivier Colle, Comedy Wildlife Photography Awards

Caranguejo:

Na areia da praia marcho,
na água do mar eu nado.
Adivinha quem eu sou,
sabendo que ando de lado?

Caranguejo

Estrela do mar:

Cinco braços encarnados,
simetria radial,
no mar vive e se move
este ser original.

Estrela do mar

Serpente:

É cilíndrica, alongada,
move-se rapidamente.
Lança a língua venenosa
e assusta toda a gente.

Serpente em estado de alerta

Tartaruga:

Move-se com muita calma
com a forte carapaça.
Ela encolhe a cabeça
e então ninguém a caça.

Tartaruga de estimação

Dromedário:

Pode andar pelo deserto,
passar dias sem beber.
Tem na bossa a gordura
com que há-de sobreviver.

Dromedário

Minhoca:

É um animal pequeno,
seus segmentos são anéis.
Não tem penas nem escamas.
Dizei qual, se o sabeis.

Minhoca

Caracol:

O seu corpo tem cabeça
e uma massa visceral.
Pelo seu pé leva a casa
o pequeno animal.

Caracol

Com o meu pé musculoso
eu procuro alimento.
E que importa que me digam
que o meu andar é lento?

Falcão:

Poisada num alto ramo,
uma ave está sozinha
observando bem o solo
p’ra caçar uma doninha.

Falcão castanho

Bicho-da-conta:

Aprendeu a fazer conta
sem ter ido para a escola.
Quando se quer defender
ele torna-se uma bola.

Bicho da conta

Centopeia:

Ela não é um gigante
mesmo tendo cem pezinhos.
Imagina o que demora
a calçar os sapatinhos.

Centopeia

Toupeira:

É uma uma grande cavadora
sem ter pá, sem ter enxada
e vai trabalhar nas hortas
mesmo sem ser convidada.

Toupeira

Enigmas originais de António José Ferreira, para brincadeiras entre pais e filhos e aplicação de conhecimentos de Estudo do Meio no 1º Ciclo e Ciências Naturais no 5º Ano.

Clique AQUI para adquirir recursos Meloteca.

0 comentários

Deixe um comentário

Quer participar?
Deixe a sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *